Heróis – para quem?

É curioso para mim um fenômeno que tem ocorrido sempre que uma celebridade (geralmente ligada à musica e geralmente ligada às drogas morre): a mesma é alçada ao posto de herói, gente que nem escutava muito o artista em questão vira fã desde criancinha e hoje, com todo esse lance de redes sociais, a gente acaba lendo disparates como “uma pena o falecimento de fulano, meu heróis morreram de overdose”.

Peraí.

HERÓI???

Tá, vamos tentar esclarecer as coisas. A Psicologia e  a Filosofia vêm há longo tempo buscando definir o conceito de herói, e acredito que cada um tenha o seu. A palavra vem do latim heros que, originalmente, significa pessoa que é famosa e reconhecida pelas suas virtudes e pelos seus feitos. Nos poemas gregos, eram normalmente os protagonistas e filhos de deuses (ou híbridos de deuses e humanos).

crianca_heroi

No meu conceito, herói é aquele que luta para o bem comum, que não faz nada motivado por egoísmo e passa sempre bons exemplos, arrancando a admiração das pessoas à sua volta.

No meu conceito, um herói não se droga nem se mata deliberadamente. Não fica levando uma porralôca esperando que os outros vão achar isso foda – bom, bem se vê que tem gente que acha.

Um herói não precisa ter um talento artístico, mas precisa ser essencialmente alguém do bem que não financia coisas que só são – sem exceção mesmo – voltadas para o mal.

– Fulano foi um grande guerreiro, um grande exemplo de vida.

– NÃO, BABY, NÃO FOI! Uma pessoa que se droga, cheira, se mata jamais será exemplo para ninguém! Se ela se afundou, acabou com a própria vida e entristeceu as pessoas que gostavam dela, ela foi tudo, menos guerreira! Se ela gastou os milhões que ganhou para sustentar uma porcaria de uma indústria assassina chamada tráfico de drogas, ela NÃO FOI EXEMPLO coisíssima nenhuma!

Tão difícil entender isso?

– Kárin, então só você escuta música evangélica, não é fã de nenhum artista que ás vezes dá/dava algumas piradas ou se suicidou?

– Claro que não. Só para dar alguns exemplos de cantores/bandas que eu curto: Sid Vicious, Elvis Presley, Ian Curtis, Michael Jackson, Bon Scott, Jani Lane e muitos mais. Todos se mataram de alguma forma; acho que foram músicos exímios mas nunca vou cometi a heresia de me referir a eles como heróis ou exemplos de vida.

Sim, eu acho que que dá para separar o artista da pessoa. Acho que dá para achar a música maravilhosa da pessoa que a fez alguém cujas atitudes eu não gostaria de copiar.

 

ian-curtis1

Brilhante, sim. Bom exemplo, nunca.

Eu meio que entendo essa espécie de catarse coletiva em que as pessoas ficam quando o artista morre, entendo a tristeza, mas para mim querer considerar um suicida como herói já é algo que beira a insanidade. Me pergunto se essas pessoas que falam esses absurdos e colocam essa pessoa num patamar moral – não estou falando de patamar artístico, vejam bem – em que não deveriam estar,  se gostariam que um irmão ou parente delas saísse por aí torrando o dinheiro em entorpecentes ou se enforcando com o lençol.

Finalizando: curtam a música. Exaltem o talento, porque o mesmo às vezes vem para pessoas completamente desequilibradas. Ninguém é perfeito. O vício não desmerece o artista. Mas pelo amor de Odin, não se refiram a pessoas que deram cabo da própria vida e financiam essa nojeira que é o tráfico como exemplos ou guerreiras. Elas perderam a guerra pro vício e pra vida e, ainda que muitas tenham sido virtuosas no que faziam, continuam sendo pessoas cujas atitudes ninguém deve louvar. Bom senso sempre!

 

 

Leave a Comment

Tags: , , , ,

Loção hidratante Morango com Champanhe, da Fiorucci

Olá! Nesse domingo frio e chuvoso (adoro) venho falar das minhas impressões do hidratante Morango com Champanhe, da Fiorucci.

SDC14959

A textura do produto é bem fluida (quase líquida); espalha e absorve fácil e não meleca. Achei o poder de hidratação bastante bom.

SDC14961

O porém: o cheiro não é de morango com champanhe; lembra totalmente Danoninho! Parece realmente que você passou Danoninho na pele e o cheiro fica por algum tempo. Achei um ponto negativo primeiro por parecer meio propaganda enganosa; segundo porque eu particularmente não acho o cheiro dos mais agradáveis – pelo menos em se tratando de um cosmético para adultos.

Paguei cerca de R$20 no frasco de 500ml (vai durar bastante) e acho que o custo-benefício é bom, mas ainda pretendo experimentar outras fragrâncias do produto para ver se dou mais sorte.

 

2 Comments

Tags: , ,

Lenços demaquilantes Quem Disse, Berenice?

Olá!

Hoje venho falar de mais um produto que havia comprado em São Paulo e testei faz algum tempo: os lenços demaquilantes da Quem Disse, Berenice?

lencoqdb

Eu realmente preciso pegar o hábito de mostrar esse tipo de produto em ação e não só a foto da embalagem ¬¬; mas enfim, posso dizer que gostei bastante desses lenços. Têm um cheiro meio adocicado parecido com os da Natura dos quais falei aqui, mas um pouco mais suave. Também são bastante eficazes para remover a maquiagem e pelo menos em mim não arderam ou deram alergia.

Comprei-os na loja do shopping Pátio Paulista e não lembro quanto custaram, mas foi barato. Comprarei novamente quando for a São Paulo.

 

Leave a Comment

Tags: , ,

Nail art: unhas listradas

Tudo bem com vocês?

Ontem eu resolvi aproveitar que estava com tempo e tentar fazer uma artezinha nas unhas com um adesivos de listras que havia comprado e até então nunca usado.

Primeiro, fui pintando cada metade da unha verticalmente com esmalte prata e depois a outra metade com esmalte rosa cintilante. Ficou assim:

unhalistrada1

 

Deixei secar bem e apliquei dois adesivos em cada unha. Ficou assim:

unhalistrada2

 

 

Por cima de tudo, passei esmalte roxo:

 

unhalistrada3

 

Esperei algum tempo e puxei as tiras uma a uma, com cuidado. Ficou assim:

unhalistrada4

Relevem o fato de eu não ter limpado direito, mas o medo de estragar tudo antes de bater a foto era grande.

Visto de lado…

unhalistrada5

 

As tirinhas adesivas.

As tirinhas adesivas.

 

Usei:

  • Sally Hansen Hard as Nails como base;
  • Abelha Rainha cor Ópera;
  • Impala cor Cida;
  • Beauty Color cor Cabernet;
  • Fitas adesivas que não lembro a marca porque joguei o rótulo fora, mas comprei-as na Ikesaki.

Não usei top coat pois, por ter usado duas camadas de cada esmalte, no final ficou bastante grosso. E ainda acordei com as unhas marcadas de lençol ¬¬

Se querem uma opinião sincera… não achei nada de mais. O processo é demorado, o efeito é sutil e achei o acabamento grosseiro – claro que isso vai da habilidade de cada um, mas não geral não me encheu muito os olhos.

Pra quem quiser tentar, dá pra dispor as listras como quiser (horizontal, vertical, diagonal, jogo da velha), mas é fundamental que o esmalte de baixo esteja bem seco antes de aplicar o adesivo.

Da próxima vez tentarei a nail art de adesivo de folha de fichário, e venho aqui contar como ficou. Beijos.

 

 

1 Comment

Tags: , , , , , ,

Lenços de limpeza Assepxia

Nossa, fazia tanto tempo que eu não atualizava o blog que não tinha ideia!

Enfim, quem me conhece sabe que sempre tenho lenços demaquilantes entre meus produtos de cuidados faciais, pois considero-os bem práticos para os momentos de preguiça. Hoje falarei rapidamente dos lenços da marca Assepxia.

assepxia1

 

Achei eles ótimos, removem bem a maquiagem e não me deram alergia. Só vi um porém: têm um cheiro terrível de produto de limpeza pra banheiro. :S

Se acham que conseguem relevar o cheiro, fica aí a dica.

 

Leave a Comment

Tags: , ,

Eu usei: sabonete líquido Nivea Sunny Melon & Oil

Estava um tempão pra fazer a resenha desse produto que comprei e adorei: o sabonete líquido Nivea Sunny Melon.

Catei a foto da internet porque a que eu tirei no banheiro ficou uó.

Catei a foto da internet porque a que eu tirei no banheiro ficou uó.

 

Posso dizer que é um dos melhores sabonetes líquidos que já usei. O produto é um gel que em contato com a água faz bastante espuma, e tem pequenas bolinhas de óleo que desfazem, liberando um hidratante. O cheiro de melão é simplesmente delicioso.

Não lembro quanto paguei, mas foi algo em torno de R$10. Aprovadíssimo.

 

Leave a Comment

Tags: , , ,

Porque eu não assisto o Big Brother Brasil

Depois de amanhã vai ao ar a 13ª edição do Big Brother Brasil. O assunto costuma dominar as redes sociais, sempre com aquela tradicional divisão dos que amam e os que odeiam. Sim, eu faço parte do time dos que odeiam o reality, mas venho aqui tentar desmistificar algumas coisas que a galerinha pró-BBB costuma falar e expôr minha opinião e razões pelas quais prefiro não assistir – e, acredito, muita gente vá concordar. Vamos lá:

1. Eu não assisto o programa por um motivo puro e simples: não gosto. Definitivamente não sou fã de reality show, salvo poucas exceções: Esquadrão da Moda, Troca de Família (ainda existe?), The Glee Project.

bbb

 

2. Sempre mais do mesmo. Sempre os mesmos clichês. Começa a galera toda entrando na casa animada e descontraída, querendo se conhecer, UUHUUUUULLLL, AÍ GALERAAAA. Festas descoladas. Meia dúzia de gente bêbada no final. Ai, eu não devia ter feito aquilo. Pegação. Pessoas de fora especulando se o casal vai durar/sobreviver após o programa (quase nunca acontece). Choradeiras pré-paredão AAAAAIII EU NÃO SEI ATÉ QUANDO VOU AGUENTAR NÃO SEI. Brigas, desentendimentos, você é uma falsa, uma falsa. Pagação de peitinho no banho, você viu? Fulaninha de bronzeia de fio dental na piscina, diz a manchete do Terra.

Prova do líder, será que é de resistência ou de sorte? Sorteios de carros a rodo. Pedro Bial fazendo aqueles discursos chatíssimos antes de cada eliminação – sendo que o da final beira o insuportável, a gente sente uma vontade muito grande de dar um tiro na própria cabeça. Aeeee, abraça a família, o que você tem a dizer, você esperava ganhar?

As mais belas posarão para a Playboy; as nem tão belas, para a Sexy.

3. Aquela terrível sensação de onipresença. Liga na Globo, mesmo fora do horário do programa, tem BBB. Tem as entrevistas na rua feitas pelo Vinicius Valverde (que só trabalha na época do programa ou é impressão minha?), tem BBB e ex-BBB no Video Show e no Faustão (argh). Resolve ir pro Multishow: BBB. Programa da Sônia Abrão: enfim…

Isso sem mencionar o Facebook e o Twitter. O jornal – particularmente os no estilo do Meia Hora. As conversas no metrô, no elevador, no trabalho. É, meu amigo, você não tem para onde correr!

4. Eu não muito sentido em assistir um programa em que é quase certo que a grande maioria dos participantes vá cair no ostracismo. Vamos lá, cite aí ao menos dez ex-participantes. Assim de cabeça eu consigo lembrar da Grazi Massafera e do Jean Willys, que virou deputado.

5. “Mas você se acha mais culta só porque não vê BBB, né?”. De uma vez por todas: NÃO! Definitivamente não ou o tipo de pessoa que passa todas as horas vagas lendo Proust ou assistindo documentário do History Channel. Não frequento a Livraria da Travessa e não escuto música clássica. Assisto muita coisa na TV que – pelo menos teoricamente – não me acrescenta nada culturalmente: novelas (adorei Avenida Brasil), videoclipes, seriados, Hermes & Renato, O Melhor do Brasil. Li Crepúsculo e gostei (podem me crucificar, não me importo). Sou leitora assídua do Kibeloco e do Não Salvo. Tenho um lado que às vezes anseia por coisas de qualidade, é claro, e sempre que posso procuro ler bons livros e ver bons filmes, mas enfim; eventualmente consumo tanta podreira quanto quem assiste BBB, mas quem não? Não dá pra ser sério o tempo todo, como não dá pra ser retardado sempre. Acho legal ter um equilíbrio.

macaco

6. Se pudesse escolher entre o bem e o mal, ser ou não seeeeeeeeeeeeer.

Se o amigo leitor sente uma forte vontade de destruir a TV a machadadas quando ouve esta comovente canção, dá cá um abraço.

pr

Para saber mais: Big Brother Brasil, a gladiatura pós-moderna

 

Leave a Comment

Tags: , , , , , ,

Testei: lenços demaquilantes Leite de Colônia

Tudo bem com vocês? Espero que tenham passado bem as festas de fim de ano.

Estou com várias resenhas atrasadas de produtos que andei usando, e vou postá-las aos poucos. Hoje vou falar dos lenços demaquilantes Leite de Colônia.

leitedecolonia

 

Gostei bastante do produto. Remove bem a maquiagem e não irritou a minha pele. O cheiro é aquele característico do Leite de Colônia, mesmo.

Não lembro exatamente quanto paguei, mas foi algo em torno de R$10.

Beijos a todas.

 

Leave a Comment

Tags: , , ,

Por um mundo com menos pessoas inseguras ou a receita para viver menos

As pessoas hoje em dia têm andado cada vez mais inseguras. Qualquer comentário mal interpretado – ou que elas preferem interpretar erroneamente -, e elas se sentem ameaçadas chegando a, por vezes, criar caso com quem aparentemente pode expor suas fraquezas. O que vou passar abaixo é, por incrível que pareça, uma relação de dicas pela qual reza a cartilha dos inseguros e que irão fazer você viver menos. Seguindo pelo menos parte delas, você ganhará cabelos brancos bem mais rápido e com certeza reduzirá alguns dias da sua expectativa de vida. Vamos lá?

1. Tenha um mantra, e repita-o sempre. Minha sugestão:

MIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMI.

2. Reclame. Reclame muito, sempre. Reclame do trabalho. Reclame que está sem trabalho. Reclame do calor e do frio. Mas não fique um dia sem se queixar.

3. Xingue. Deboche. Mas, detalhe: só pelas redes sociais! Pessoas inseguras nunca dizem nada na cara.

4. Mantenha constantemente no seu vocabulário palavrões e expressões como QUE SACO!!! e afins. Use-a sempre que necessário, ou até mesmo quando não for necessário. Dê chiliques, seja no mundo real ou virtual.

5. Não entenda – ou finja que não entendeu – piadas, ironia ou sarcasmo. Seja rabujento e acheu que tudo é de mau gosto. Não tenha absolutamente nenhum sendo de humor.

6. Vista todas as carapuças que puder. Pense que qualquer coisa dita na internet foi direcionado para te denegrir, pegue todas as indiretas como sendo para você. Crie uma verdadeira paranoia. Pense que o mundo está contra você.

Scrooge, seu velho ranzinza!

7. Corte relações com qualquer pessoa que te corrigir, ainda que a correção tenha sido feita em tom de brincadeira. Sendo inseguro, você naturalmente não quer ver suas fraquezas expostas – por mais que seja super natural errar, e por mais que o tom da brincadeira não tenha tido nada de maldoso. Desfaça amizades por motivos fúteis, afinal você só precisa ter ao seu lado as pessoas que o elogiem, não importanto o quão falso isso possa ser.

8. Tenha o hábito de falar alto. Se precisar, grite. Já que a capacidade argumentativa de uma pessoa insegura não é tão grande, elevar o tom de voz pode mascarar essa deficiência. Dica: usando o computador, mantenha o Caps Lock sempre ligado.

9. Jamais assuma seus erros e defeitos, por óbvios que sejam. Mantenha uma postura defensiva e revide tudo (a postura de ataque só se revela na internet, lembre-se). Nunca deixe de ter em mente que os outros são errados, não você.

10. Seja ingrato. Pratique a ingratidão com todas as suas forças. Mesmo aquela pessoa que fez quase toda a sua parte no trabalho em grupo se torna uma filha da puta total porque disse algo que o desagradou. Corte laços com aquele te emprestou dinheiro em um momento difícil simplesmente porque em algum momento ele foi sincero demais. Esqueça toda e qualquer coisa boa que alguém lhe possa ter feito pelo motivo mais besta que houver.

 

Seguindo as dicas acima, tenha a certeza de que em breve você estará logo com a cabeça toda branca e também começando a criar várias doenças silenciosamente no seu organismo. E quando isso acontecer, selecionei uns links bem interessantes que irão ajudá-lo(a) no processo. Segue:

O que fazer quando aparecem os primeiros cabelos brancos

Como pintar os cabelos em casa

O que é um plano de assistência funeral?

Como escolher e comprar um caixão

 

Leave a Comment

Tags: , , , , , ,

Campos do Jordão – Compras

Chegando à última parte dos posts sobre Campos do Jordão, vou dar algumas dicas de compras na cidade.

Há duas coisas pelas quais a cidade é bem conhecida: as malharias e as chocolaterias.

A cidade conta com boas lojas de roupas locais, embora com nenhuma loja especificamente muito conhecida. Os preços variam: você vai ver lojas de blusinhas de R$20 e de R$200. Uma boa pedida para quem quer encontrar peças baratas é na feirinha de artesanato do Capivari.

Particularmente achei as lojas do Aspen Mall – de onde se tem uma vista linda da praça, diga-se de passagem – bastante interessantes. Não uso couro e estava há meses procurando uma boa bota de material sintético. E encontrei lá!

Não lembro o nome da loja, mas ficava bem no térreo do Aspen Mall. Paguei R$179 e éla é absurdamente confortável, vocês não fazem ideia. Vai até pouco abaixo do meu joelho e é de um material resistente, mas ao mesmo tempo macio, sabem? Sem dúvida uma das melhores compras que fiz nos últimos tempos. Haviam inúmeros modelos na loja, além de sapatilhas lindas, rasteiras e Melissas. Fui super bem atendida e a loja é recomendadíssima.

No Aspen Mall há também uma grande loja de artigos para casa. Não comprei nada lá, mas percebi que é uma boa opção para quem está fazendo enxoval.

Ainda no Aspen, se destacam alguns quiosques de bijuterias lindíssimas. Com certeza vale conferir.

Me apaixonei por esse anel folheado a ouro com sal grosso dentro.

No shopping Boulevard Genève há também algumas lojas de roupas super charmosas, além de uma loja especializada só em meias. Há também lojas de brinquedos e alguns pequenos restaurantes.

Quanto a maquiagem (não dá pra deixar de falar sobre, pois adoro), a única coisa que vi foi um quiosque meia boca do Boticário no Center Suíço – shopping que, aliás, achei meio caído porque simplesmente não tem muita coisa.

Aliás, o conceito de shopping em Campos do Jordão é o seguinte: são na verdade galerias não muito extensas, com dois andares no máximo. Os principais mesmo – e os que considero mais bonitos – são o Aspen Mall e o Boulevard Genève. E o que é mais comum se encontrar são as roupas de frio.

No Capivari, também recomendo uma olhada em duas lojas de bijuterias simplesmente maravilhosas: a Maggiori e a Quorum. Há acessórios lindos nas mais variadas faixas de preços. Comprei vários presentes nessas lojas.

Os chocolates em Campos do Jordão são caros, mas acho que vale a visita em algumas das chocolaterias. As mais conhecidas são a Araucária e a Toco. Se a grana estiver curta, dá para simplesmente apreciar um bom chocolate quente nas lojas ou trazer alguma lembrancinha mais  em conta, como as caixinhas pequenas de chocolate ou os vidros com balas sortidas. Pra pontuar, a Toco tem uns sorvetes super gostosos.

E assim termino meus posts sobre essa viagem maravilhosa que fiz. Espero que tenham gostado e em breve voltarei com resenhas de alguns produtos que usei.

 

2 Comments

Tags: , , ,